segunda-feira, 3 de setembro de 2007

100 años de soledad; revisitado

E obrigado por salvar tudo automaticamente.

Todo se Sabe
Tudo se Prova
A Porta se abre
Pr'uma Era Nova

Já Era Tempo
De Salvar a Terra
Um puta trampo
Esse lance de guerra

Aqui não cabe
Uma Supernova
Poeta 'wanna-be'
Mosquito Porva

Seguir Lendo
Voltaire, Volterra
Gabo, estupendo
Sussurra, não berra.

Nenhum comentário: