quinta-feira, 27 de março de 2008

Ouroboros e Marlboros y vengan los toros

Cara, será que eu fiquei pelo caminho?
Nesse sobe e desce infindável
Será que caiu alguma coisa na mudança?
Eu sinto falta de mim mesmo
Embora eu não saiba o que isso seja

Eu queria sempre me achar especial
E saboreava sempre alguns elogios
Mas não é isso, eu não quero ser melhor
Eu queria ser esquisito, excêntrico!
E hoje eu me vejo tão desinteressante!

Tudo bem que seja só uma fase
Baixa auto-estima, depressão...
Mas será que estou definhando?
Abusei demais do meu cérebro?
Será que ainda tenho a oferecer?

Me ajuda a acreditar que não!
Que seja só maluquice, talvez
Mas venham, fluam e flutuem
Palavras desgovernadas assim
Que eu as esmague num tapa!