terça-feira, 23 de março de 2010

Hermeto em Montreux: Quebrando Tudo

O primeiro disco que eu comprei do Hermeto foi o do festival de Montreux de 79. Discaço, Hermeto em seu ápice. E o som que eu mais curtia sempre foi o ousado Quebrando Tudo (como poderia ser diferente?). Qual não foi minha surpresa ao deparar com um vídeo dessa mesma música, no mesmo festival, no blog no Nassif? Sempre foi um som - particularmente a seção experimentalista do Bruxo - que instigava muito a imaginação, e eis que este vídeo talvez estrague um pouco o mistério, mas vale a pena o risco. Engraçado que no disco eles sumiram com o berro que a moça dá no início. Bem, lá vai então.

Nenhum comentário: